Dá-me asas...

Se  eu tivesse duas asinhas, eu abriria a janela e voaria pra bemmm longe. Veria o céu tão de perto que meus olhos ficariam eternamente com o brilho das estrelas. Sentiria o cheiro da rua como quem aspira por liberdade.
Se eu tivesse duas asinhas, eu deixaria essa chuva me molhar com todas as intensidades que ela pudesse me oferecer. Ouviria o som do vento e cantaria com ele em si maior.
Se eu tivesse duas asinhas, tão longe, mas tããão longe eu estaria.

5 comentários:

luciana disse...

Poooosso ir contigo,pleeease?? ¬¬

Karine Lima disse...

essas asinhas a gente pode conquistar, não épreciso ganhar!
amei o texto, lindo teu blog!
xero

Manuella e Raony disse...

uau!!
isso é tãoo...
profundo!

Luiz disse...

ehhh, realmente o cérebro das pessoas é muito perigoso, pode sê-lo até pra elas mesmas... ô July, um conselho: não decole muito alto não tá, pode ser que os para-quedas não abram.
bon voiage...

Marcelle Sales disse...

Desejo essas asinhas todos os dias... Sonho com elas! FATO.

Postar um comentário