Ah, se  o brilho da tarde durasse pra sempre do jeitinho lembro agora.
Teus olhos, meus olhos.
 Tua boca, minha boca.
 Minhas mão nas tuas...
O entrelace dos dedos figurando os cruzamentos dos nossos caminhos.
 A vida assim: você e eu numa tarde interminável.

1 comentários:

Kim Aniston disse...

...SUSPIRO...! Uauuu...! e que tarde inteminável foi...hehehehe...encantada com o seu blog...parabéns...! te seguindo hj e sempre...beijos minha amiga blogueira.

Postar um comentário